Matricule-se:
  • 037 99914-2582
  • 0800 037 4212
Atendimento Pedagógico:
037 3241-4212

Metodologia

 

METODOLOGIA PÓS-GRADUAÇÃO

AMPARO LEGAL:

LDB – Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996.

Art. 41º. O conhecimento adquirido na educação profissional, inclusive no trabalho, poderá ser objeto de avaliação, reconhecimento e certificação para prosseguimento ou conclusão de estudos.

Art. 44º. A educação superior abrangerá os seguintes cursos e programas:

IV – de extensão, abertos a candidatos que atendam aos requisitos estabelecidos em cada caso pelas instituições de ensino.

Art. 47º. Na educação superior, o ano letivo regular, independente do ano civil, tem, no mínimo, duzentos dias de trabalho acadêmico efetivo, excluído o tempo reservado aos exames finais, quando houver.

 

Decreto nº 5.622, de 19 de dezembro de 2005

Art. 2o A educação a distância poderá ser ofertada nos seguintes níveis e modalidades educacionais:

V – educação superior, abrangendo os seguintes cursos e programas: a) sequenciais; b) de graduação; c) de especialização; d) de mestrado; e e) de doutorado.

Art. 9º O ato de credenciamento para a oferta de cursos e programas na modalidade a distância destina-se às instituições de ensino, públicas ou privadas. Série 280 Legislação Parágrafo único. As instituições de pesquisa científica e tecnológica, públicas ou privadas, de comprovada excelência e de relevante produção em pesquisa, poderão solicitar credenciamento institucional, para a oferta de cursos ou programas a distância de: I – especialização; II – mestrado; III – doutorado; e IV – educação profissional tecnológica de pós-graduação.

 

Portaria Normativa nº 40, de 12 de dezembro de 2007 e

Portaria Normativa nº 23, de 01 de Dezembro de 2010.

Art. 46. O pedido de credenciamento para EAD será instruído de forma a comprovar a existência de estrutura física e tecnológica e recursos humanos adequados e suficientes à oferta da educação superior a distância, conforme os requisitos fixados pelo Decreto nº 5.622, de 2005 e os referenciais de qualidade próprios

Art. 47. As instituições de pesquisa científica e tecnológica credenciadas para a oferta de cursos de pós-graduação lato sensu poderão requerer credenciamento específico para EAD, observadas as disposições desta Portaria, além das normas que regem os cursos de especialização. Art. 48. O credenciamento para EAD que tenha por base curso de pós-graduação lato sensu ficará limitado a esse nível.

MODALIDADE DE ENSINO:

Os estudos são realizados na modalidade semipresencial e não depende da formação de turma. A metodologia desenvolvida a distância busca valorizar a experiência prévia do aluno, proporcionando estudo individualizado e flexível.

 

QUEM PODE FAZER O CURSO?

Os cursos de Pós-graduação Lato Sensu serão oferecidos aos portadores de diplomas de curso superior reconhecidos pelo MEC.

 

ATIVIDADES DE ENSINO-APRENDIZAGEM:

As atividades avaliativas contarão com questões de múltipla escolha. Para aprovação em cada verificação de aprendizagem, o aluno deve atingir nota superior ou igual a 70% (setenta por cento). A ênfase será dada à capacidade, como aluno (a), de aplicar os conhecimentos de forma interdisciplinar, sempre relacionando a teoria com a prática.

 

CONCLUSÃO DO CURSO:

Para a conclusão dos cursos, é preciso observar as seguintes obrigatoriedades:

 

  1. Ter entregado toda a documentação exigida;
  2. Ter no mínimo 06 meses de curso;
  3. Ter aprovação em todas as disciplinas;
  4. Ter aprovação no TCC – Trabalho de Conclusão de Curso;
  5. Ter quitado todas as parcelas do curso.

 

METODOLOGIA SEGUNDA GRADUAÇÃO

AMPARO LEGAL:

LDB – Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996.

Art. 41º. O conhecimento adquirido na educação profissional, inclusive no trabalho, poderá ser objeto de avaliação, reconhecimento e certificação para prosseguimento ou conclusão de estudos.

Art. 44º. A educação superior abrangerá os seguintes cursos e programas:

IV – de extensão, abertos a candidatos que atendam aos requisitos estabelecidos em cada caso pelas instituições de ensino.

Art. 47º. Na educação superior, o ano letivo regular, independente do ano civil, tem, no mínimo, duzentos dias de trabalho acadêmico efetivo, excluído o tempo reservado aos exames finais, quando houver.

 

Decreto nº 5.622, de 19 de dezembro de 2005

Art. 2o A educação a distância poderá ser ofertada nos seguintes níveis e modalidades educacionais:

V – educação superior, abrangendo os seguintes cursos e programas:

  1. a) sequenciais; b) de graduação; c) de especialização; d) de mestrado; e e) de doutorado.

Art. 9º O ato de credenciamento para a oferta de cursos e programas na modalidade a distância destina-se às instituições de ensino, públicas ou privadas. Série 280 Legislação Parágrafo único. As instituições de pesquisa científica e tecnológica, públicas ou privadas, de comprovada excelência e de relevante produção em pesquisa, poderão solicitar credenciamento institucional, para a oferta de cursos ou programas a distância de: I – especialização; II – mestrado; III – doutorado; e IV – educação profissional tecnológica de pós-graduação.

Portaria Normativa nº 40, de 12 de dezembro de 2007 e

Portaria Normativa nº 23, de 01 de Dezembro de 2010.

Art. 46. O pedido de credenciamento para EAD será instruído de forma a comprovar a existência de estrutura física e tecnológica e recursos humanos adequados e suficientes à oferta da educação superior a distância, conforme os requisitos fixados pelo Decreto nº 5.622, de 2005 e os referenciais de qualidade próprios

Art. 47. As instituições de pesquisa científica e tecnológica credenciadas para a oferta de cursos de pós-graduação lato sensu poderão requerer credenciamento específico para EAD, observadas as disposições desta Portaria, além das normas que regem os cursos de especialização. Art. 48. O credenciamento para EAD que tenha por base curso de pós-graduação lato sensu ficará limitado a esse nível.

MODALIDADE DE ENSINO:

Os estudos são realizados na modalidade semipresencial e não depende da formação de turma. A metodologia desenvolvida a distância busca valorizar a experiência prévia do aluno, proporcionando estudo individualizado e flexível.

QUEM PODE FAZER O CURSO?

É destinado aos portadores de diploma de bacharel, tecnólogo ou licenciatura, reconhecido pelo MEC.

ATIVIDADES DE ENSINO-APRENDIZAGEM:

As atividades avaliativas contarão com questões de múltipla escolha. Para aprovação em cada verificação de aprendizagem, o aluno deve atingir nota superior ou igual a 60% (sessenta por cento). A ênfase será dada à capacidade, como aluno (a), de aplicar os conhecimentos de forma interdisciplinar, sempre relacionando a teoria com a prática.

 

CONCLUSÃO DO CURSO:

Para a conclusão dos cursos, é preciso observar as seguintes obrigatoriedades:

  1. Ter entregado toda a documentação exigida;
  2. Ter no mínimo 12 meses de curso;
  3. Ter aprovação em todas as disciplinas;
  4. Ter aprovação no TCC – Trabalho de Conclusão de Curso + Estágio Supervisionado
  5. Ter quitado todas as parcelas do curso.

METODOLOGIA SEGUNDA LICENCIATURA

AMPARO LEGAL:

RESOLUÇÃO Nº 2, DE 1º DE JULHO DE 2015.

Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada.

Art. 15. Os cursos de segunda licenciatura terão carga horária mínima variável de 800 (oitocentas) a 1.200 (mil e duzentas) horas, dependendo da equivalência entre a formação original e a nova licenciatura.

II – quando o curso de segunda licenciatura pertencer a uma área diferente da do curso de origem, a carga horária deverá ter, no mínimo, 1.200 (mil e duzentas) horas;

6º O estágio curricular supervisionado é componente obrigatório da organização curricular das licenciaturas, sendo uma atividade específica intrinsecamente articulada com a prática e com as demais atividades de trabalho acadêmico.

Lei nº 9.131, de 24 de novembro de 1995

Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996

Lei nº 11.494, de 20 de junho de 2007

Lei nº 11.502, de 11 de julho de 2007

Lei nº 11.738, de 16 de julho de 2008

Lei nº 12.796, de 4de abril de 2013

Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014observados os preceitos dos artigos 61 até 67 e do artigo

87 da Lei nº 9.394, de 1996

Decreto nº 6.755, de 29 de janeiro de 2009

Resoluções CNE/CP nº 1, de 18 de fevereiro de 2002

CNE/CP nº 2, de 19 de fevereiro de 2002

CNE/CP nº 1, de 15 de maio de 2006

CNE/CP nº 1, de 11 de fevereiro de 2009

CNE/CP nº 3, de 15 de junho de 2012

 

Resoluções CNE/CEB nº 2, de 19 de abril de 1999, e CNE/CEB nº 2, de 25 de fevereiro de 2009

Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica, bem como o Parecer CNE/CP nº 2, de 9 de junho de 2015, homologado por Despacho do Ministro de Estado da Educação publicado no Diário Oficial do União de 25 de junho de 2015.

MODALIDADE DE ENSINO:

Os estudos são realizados na modalidade semipresencial e não depende da formação de turma. A metodologia desenvolvida a distância busca valorizar a experiência prévia do aluno, proporcionando estudo individualizado e flexível.

 

QUEM PODE FAZER O CURSO?

É destinado, exclusivamente, aos portadores de diploma de Licenciatura nas áreas: História, Letras, Geografia, Ciências Biológicas, Matemática, Química, Física, Artes, Filosofia, Sociologia, Educação Física, entre outros cursos reconhecidos pelo MEC.

ATIVIDADES DE ENSINO-APRENDIZAGEM:

As atividades avaliativas contarão com questões de múltipla escolha. Para aprovação em cada verificação de aprendizagem, o aluno deve atingir nota superior ou igual a 60% (sessenta por cento). A ênfase será dada à capacidade, como aluno (a), de aplicar os conhecimentos de forma interdisciplinar, sempre relacionando a teoria com a prática.

 

CONCLUSÃO DO CURSO:

Para a conclusão dos cursos, é preciso observar as seguintes obrigatoriedades:

 

  1. Ter entregado toda a documentação exigida;
  2. Ter no mínimo 18 meses de curso;
  3. Ter aprovação em todas as disciplinas;
  4. Ter aprovação no TCC – Trabalho de Conclusão de Curso + Estágio Supervisionado
  5. Ter quitado todas as parcelas do curso.

 

METODOLOGIA COMPLEMENTAÇÃO PEDAGÓGICA

AMPARO LEGAL:

RESOLUÇÃO Nº 2, DE 1º DE JULHO DE 2015.

Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada.

Art. 14. Os cursos de formação pedagógica para graduados não licenciados, de caráter emergencial e provisório, ofertados a portadores de diplomas de curso superior formados em cursos relacionados à habilitação pretendida com sólida base de conhecimentos na área estudada, devem ter carga horária mínima variável de 1.000 (mil) a 1.400 (mil e quatrocentas) horas de efetivo trabalho acadêmico, dependendo da equivalência entre o curso de origem e a formação pedagógica pretendida.

 

II – quando o curso de formação pedagógica pertencer a uma área diferente da do curso de origem, a carga horária deverá ter, no mínimo, 1.400 (mil e quatrocentas) horas;

III – a carga horária do estágio curricular supervisionado é de 300 (trezentas) horas;

MODALIDADE DE ENSINO:

Os estudos são realizados na modalidade semipresencial e não depende da formação de turma. A metodologia desenvolvida a distância busca valorizar a experiência prévia do aluno, proporcionando estudo individualizado e flexível.

 

QUEM PODE FAZER O CURSO?

A complementação pedagógica destina-se a suprir a falta nas escolas de professores habilitados, em determinadas disciplinas e localidades, em caráter especial. Atende a profissionais graduados não licenciados portadores de diplomas de curso superior bacharel ou tecnólogo com formação em cursos relacionados à área pretendida, que desejam uma formação pedagógica em caráter emergencial.

ATIVIDADES DE ENSINO-APRENDIZAGEM:

As atividades avaliativas contarão com questões de múltipla escolha. Para aprovação em cada verificação de aprendizagem, o aluno deve atingir nota superior ou igual a 60% (sessenta por cento). A ênfase será dada à capacidade, como aluno (a), de aplicar os conhecimentos de forma interdisciplinar, sempre relacionando a teoria com a prática.

 

ATIVIDADES DE ENSINO-APRENDIZAGEM:

Ao efetuar o pagamento da taxa de inscrição, o aluno receberá:

Liberação do Ambiente Virtual de Aprendizagem (liberado em até 48 horas úteis), contendo todos os conteúdos a serem estudos no decorrer do curso, sendo os mesmos subdivididos em:

NÚCLEO ÚNICO: contendo 17 (dezessete) apostilas em PDF para estudo realização + 17 (dezessete) verificações de aprendizagem (atividades avaliativas).

CONCLUSÃO DO CURSO:

Para a conclusão dos cursos, é preciso observar as seguintes obrigatoriedades:

  1. Ter entregado toda a documentação exigida;
  2. Ter no mínimo 18 meses de curso;
  3. Ter aprovação em todas as disciplinas;
  4. Ter aprovação no TCC – Trabalho de Conclusão de Curso + Estágio Supervisionado
  5. Ter quitado todas as parcelas do curso.

 

METODOLOGIA CURSOS DE EXTENSÃO

AMPARO LEGAL:

*Curso de Capacitação: enquadra-se na categoria de curso livres, voltado à qualificação no mercado de trabalho que possa ser cursado sem a exigência de grau de escolaridade.

*De acordo com a Lei n° 9.394/96 (Lei de Diretrizes e Bases), o curso livre molda-se na categoria “formação inicial e continuada ou qualificação profissional”, para a qual o aluno não precisa ter concluído o Ensino Fundamental, Médio ou Superior para fazer um curso livre, visto que o único propósito do curso é o de proporcionar ao aluno conhecimentos que lhe permitam inserir-se ou se reinserir no mercado de trabalho, ou ainda aperfeiçoar seus conhecimentos em determinada área”.

MODALIDADE DE ENSINO:

Os estudos são realizados na modalidade semipresencial e não depende da formação de turma. A metodologia desenvolvida a distância busca valorizar a experiência prévia do aluno, proporcionando estudo individualizado e flexível.

QUEM PODE FAZER O CURSO?

Profissionais que já atuam na área, estudantes e demais interessados no tema.

ATIVIDADES DE ENSINO-APRENDIZAGEM:

Ao efetuar o pagamento da taxa de inscrição, o aluno receberá:

Liberação do Ambiente Virtual de Aprendizagem (liberado em até 48 horas úteis), contendo material apostilado em PDF + Verificação de Aprendizagem.

O curso é composto por uma única unidade, acompanhado de uma atividade avaliativa composta por 10(dez) questões de múltipla escolha. Para aprovação, o aluno deve atingir nota superior ou igual a 60% (sessenta por cento). A ênfase será dada à capacidade, como aluno (a), de aplicar os conhecimentos de forma interdisciplinar, sempre relacionando a teoria com a prática.

 

CONCLUSÃO DO CURSO:

Para a conclusão dos cursos, é preciso observar as seguintes obrigatoriedades:

 

  1. Ter entregado toda a documentação exigida;
  2. Ter no mínimo 2 meses de curso;
  3. Ter aprovação na disciplina;
  4. Ter quitado o curso.

 

 

DÚVIDAS? PODEMOS TE AJUDAR

Preencha o formulário ao lado para que entremos em contato e possamos te ajudar.